Infelizmente, apartamento novo não é como carro 0km. O carro, assim que estamos com as chaves na mão, podemos literalmente sair rodando por aí. O apartamento, bem… Você ainda terá que adquirir uma série de opcionais, nem tão opcionais assim, antes de poder realmente morar ali.
De uns tempos para cá, quase todos os imóveis são entregues somente com acabamento de piso nas áreas molhadas – entenda-se cozinha, lavanderia, lavabo e banheiros. Então, de cara a primeira coisa a pensar é que tipo de piso você vai querer na sua casa. E devo dizer que se você nunca pensou sobre isso e terá que escolher um piso em breve, não pense que é tão fácil… Existem inúmeras possibilidades hoje em dia e é fácil ficar em dúvida.
Abaixo, listo as minhas possibilidades favoritas:
Mármore

Um dos materiais mais clássicos e nobres, sinônimo de requinte e sofisticação. Está sempre presente em decorações mais clássicas e em residências de clientes mais tradicionais.
Existem muitas opções de tons e os mais sofisticados sãoos que possuem menos veios e a “massa” de composição do piso de cor mais homôgenea. Assim, quanto mais liso e de cor uniforme mais sofisticado e por consequência, mais caro o mármore.
É encontrado para venda no formato paginado – ou seja, a chapa do piso é recortada especificamente para seu ambiente, com pedras maiores, veios continuados e menos rejuntes, seguindo projeto do arquiteto – e também no formato ladrilhado, com peças que normalmente começam em 45x45cm e vão até 80x80cm. Nesse caso é mais difícil conseguir a combinação dos veios e o efeito é mais despojado.

Madeira


O piso de madeira natural é outro material bem tradicional e elegante. Os pisos em madeira nunca saem de moda e estão sempre associados à projetos mais contemporâneos, mas de clientes que não abrem mão do conforto. É um piso que tende a aquecer o ambiente.
São encontrados diversos formatos, como tacos e assoalhos, e padrões no mercado e certamente algum irá te agradar. Tacos em formatos menores (como o palito) deixam o resultado mais moderno, principalmente se utilizado em tons claros. Por outro lado, quando utilizamos a madeira de demolição no piso, o aconchego e o conforto setornam as principais características do ambiente.

Além da madeira natural, temos os pisos laminados de madeira de alta pressão (tipo fórmica), os laminados de alta resistência (tipo flutuantes) e o carpete de madeira. As diferenças entre esses tipos, explicarei em um outro post, mais completo.

Porcelanato

O porcelanato é um tipo de revestimento cerâmico fabricado com tecnologia mais avançada. Geralmente é um material de acabamento bem uniforme e destaca-se pela sua resistência, porosidade quase nula e praticidade, permitindo que seja utilizado em qualquer ambiente. Além de possuir acabamentos diversos como polido, natural e rústico, os padrões evoluiram tanto que hoje podem ser encontrados porcelanatos que se assemelham muito à madeira e ao mármore, mas com a vantagem de ter menos manutenção. São recomendados para residências de pessoas práticas, modernas e também aquelas situadas em regiões mais quentes, pois é um piso que tende a esfriar o ambiente. São encontrados a partir do tamanho 45x45cm e quase possuem as mesmas dimensões das pedras de mármores com peças de 1,00×1,00m e também retangulares de 15x60cm, dimensões que ajudam o resultado a ficar mais nobre.

Anúncios