Depois de falar de alguns pisos possíveis (nesse post http://wp.me/p22M2p-33) vou falar como arrematar essa colocação com o rodapé ideal. A função principal do rodapé é essa mesmo, arrematar o encontro entre o piso e a alvenaria. Nem sempre a colocação do piso fica perfeita, bem rente à parede e aí que ele entra para corrigir esse detalhe e proporcionar um acabamento mais caprichado. Sua espessura normalmente varia de 1 a 3 cm e a altura padrão é de 7cm, mas podemos encontrar peças de até 45cm!

   

Essas diferenças na altura acabam proporcionando diferentes leituras de ambientes e quanto maior o rodapé, mais requinte percebemos na decoração. Porém, é importante ter cuidado com as localizações e alturas de tomadas, pois não é elegante ter o rodapé recortado, elas devem ficar acima ou encaixadas no mesmo. Assim como as tomadas, outro recurso interessante é encaixar pontos de luz no rodapé, criando um efeito decorativo totalmente novo para ambientes monótonos como corredores.

   

Durante muito tempo vimos o mesmo material do piso aplicado no rodapé, mas isso não é uma regra. Particularmente, eu acho muito mais elegante e moderno combinar o rodapé com a guarnição das portas (pra quem não está familiarizado com o termo, guarnição é esse acabamento que existe nos dois lados do batente das portas). E por esse motivo, defendo os rodapés em tons brancos, porque essa é a cor da maioria das portas. Para atingir esse resultado podemos usar rodapés em mdf, madeira ou em poliestireno extrusado (EPS) com demãos de pintura sobre o material. Apesar dos fornecedores prometerem o contrário, considere sim que a pintura é necessária. Após a colocação o material estará nitidamente sujo e danificado, atingindo o resultado ideal somente com algumas demãos de tinta sobre ele.

   

Porém, não é em toda situação que o rodapé branco em madeira vai funcionar. Em ambientes onde a presença de água é constante e a praticidade na limpeza é prioridade, eu defendo o uso do mesmo material do piso no rodapé. Por exemplo em cozinhas, lavanderias, banheiros e eventualmente nos lavabos o ideal é seguirmos essa lógica, quando o ambiente não tem revestimento de cerâmica, porcelanato ou pastilha nas paredes.

    

E, quem tiver uma mão de obra muito caprichada pode optar por embutir o rodapé na parede como um perfil, com um resultado charmoso assim…

 

Anúncios