Em tempos de sustentabilidade, nada mais inteligente que o reaproveitamento de materiais também na decoração. E é isso que o post de hoje pretende – abrir os horizontes para as muitas possibilidades de personalizar seu ambiente utilizando materiais não convencionais como mobiliário. Os caixotes, usados para transporte de frutas e legumes nas feiras, podem virar muitas peças, basta passar uma lixa pra tirar as farpinhas ou dar uma demão de tinta e olha só o resultado!

Em maior quantidade, podem virar estantes desorganizadas…

…ou bem organizadinhas aproveitando as variações horizontal e vertical para conseguir novos efeitos…

 

Como mesa, funcionam em decorações rústicas e cleans… vão bem no colorido da fábrica da Farm e no layout monocromático de Paul White.

E na versão pintada, podem ser usadas em composição ou ganhar rodízios, como nessa versão meio mesa de centro/ estante/ mesa lateral…

 

Podem subir pelas paredes…

E entrar na cozinha – charme absoluto na estante empilhada, na fruteira personalizada e na estante suspensa.

 

Invadindo os quartos, pras cinderelas de plantão, que tal mais uma opção de sapateira?

Ou ser todo o mobiliário pro quarto das crianças? É só usar e abusar das cores lúdicas!

  

Essas peças coloridas são do designer paulista Mutza e fazem parte da coleção Tangerina que está exposta nessa loja-ateliê-café super charmoso chamado Casa da Vó, ali no Alto da Boa Vista.

E que tal um loft com caixotes em todos ambientes? Na Itália, eles são mais bonitinhos e nesse projeto na Florença estão presentes na estante divisória, na base da cama, na mesa e no aparador do jantar.

   

Boas ideias que rendem um projetinho faça-você-mesmo pro feriado, não?

Anúncios